imagem de capa da página

PESQUISAR NESTE BLOG

terça-feira, 11 de abril de 2017

POESIA

O Tempo


"Acordo-me de manhã, ainda na cama giro-me de lado e vejo a sombra das nuvens andando sobre as paredes do meu quarto, é ele, é ele que não é matéria, que não existe, mas que me faz ter a sensação de existir, é ele que me faz dormir, que me faz acordar pela manhã, que me faz sentir o que acontece e o que vai acontecer, é ele que me faz sentir ele próprio"



Nenhum comentário:

MARCADORES (PALAVRA-CAHVE/TAGS)